terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O nascimento de Maia..

Dia 21 foi aniversario de Maia,  2 aninhos, e como a maioria das maes eu me lembro do nascimento dela nesse dia.

Minha mae sempre diz que tudo na minha vida tem que ser "diferente". E o pior é que é mesmo. Como brasilera com plano de saúde eu nunca me preocupei pelo parto, ja era assumido que seria cesária. Mas aqui, essa opcao é a ultima! Sorte mia! Mas tambem parir em um pais que nao é um seu, em um hospital que nao falam a sua lingua, nao é a mesma coisa...

Enfim, Maia estava prevista para nascer dia 10/03. Minha mae ja queria vir no final de Janiero e eu disse que nao, que seria muito frio e nao queria que eles passassem por esse sacrificio. Entao ela comprou as passagens pro dia 20/02. Seriam quase 20 dias antes, tava bom demais. E entao dia 20 quase a meia noite daqui, minha mae certeza ja estava no aeroporto lá, a bolsa rompeu.

Eu estava deitada na cama assistindo The Voice Kids e David ja pegando no sono , quando eu senti duas gotas lá embaixo, coloquei a mão e vi que tava molhando, entao cutuquei a David e disse: Maia esta aqui! Me levantei da cama e me transformei em uma cachoeira. David abriu os olhos e nao entendia o que via, levantou e ficou dando voltas ao lado da cama perguntando : O que eu faço? Eu ri...sim, eu só poderia rir….Então disse que ele pegasse a mochila e colocasse meu necessarie, uma calça de moletom , minhas pantufas e algo confortavel para ele tambem, pegasse a sacola de Maia e pronto. Bem, antes tinhámos que limpar aquele aguaceiro…

Entao pegamos o carro, daqui até o hospital sao 20 minutos e fomos pensando que nao avisariamos a ninguem e olhando que signo seria Maia pelo celular! Por pouco nao foi aquario!!!

Chegamos ali a 1 am, e como eu nao tinha nem contracao nem dilatacao me colocaram em um quarto com mais uma mamae e um monitor na barriga. As 6 as contracoes começaram e as 10ª.m ja estavam mais fortes, mas eu só tinha 3 cm …me colocaram na sala de dilataçao mesmo assim, ali estavámos só nós dois. Ali eu percebi que se minha mae ligasse quando chegasse a Lisboa e visse os dois telefones desligados ela iria perceber, entao pedi a David para ligar os telefones e dito e certo! Ligacoes perdidas de mamis…entao pedi para ele ligar e explicar que iria demorar, que eles pegassem o voo para o Porto tranquilos mas que nao dormissem mais na casa dos meus tios , e sim que vinhessem direto para aquí. Dai aviamos a mae dele tb, nao se pode avisar a uma avó e a outra nao, ne? Hahhahaha E entao pedimos que ela fosse ate o apto de meus pais, que eu ainda estava preparando, eles ficariam 4 meses aqui, entao alugamos um apto e eu ainda estava comprando as coisas basicas como papel higienico para colocar tudo dentro.  Mas a avó paterna nao aguentou e disse que viria ao hospital e dali , quando chegassem meus pais ela iria ate Betanzos com eles . Ta , legal, só nao pensamos que a noite estaria tudo fechado se precisassem de algo…enfim..

As 12 a.m( isso tudo é hora aproximada,viu gente?), me deram a anestesia e a ocitocina, e dai o bichou pegou. Era contraçoes e mais contraçoes..eu pedia para tirarem Maia de mim, eu queria bater em David, eu ja nao sabia que horas eram….e quando finalmente eu ditalei os 10 cm , as 16p.m , e a matrona disse que eu poderia empurrar , David perguntou se entao seria rápido e eu ouvi ela dizer: Que nada…mais umas 6 horas ai porque o bebe ta muito alto? Ah ¡ E nesses intervalos de tempo vinha a obstetra e algumas enfermeiras, e olhavam os monitores e mexiam la embaixo …acho que colocando bem Maia…sabe deus!

Então eu ouvi aquilo e petrifiquei. Nao poderia ser! NAO PODERIA SER MAIS 6 HORAS! E entao eu disse a David, Maia vai sair é agora! E empurrei, empurrei com todas as minhas forças, em todas as contraçoes, em todos os momentos. Cada contração vinha com 4 picos de dor, e a matrona me aconselhou empurrar no mais forte para eu nao cansar. Eu empurrava nos 4, eu nao cansaria , eu sabia! E as 17:57 pm , David viu a cabeça de Maia, ele merecia ser o primeiro a ver-la, ele esteve comigo lado a lado, aguentou comigo tudo, me aguentou, aguentou  a minha perna “morta” por causa da anestesia( detalhe, a anestesia só pegou do lado esquerdo do meu corpo, eu sentia toda a dor de um parto sem anestesia do lado direito!) ..e ele viu e me disse: Carinho, ela ta aquí! E saiu correndo para chamar toda a equipe , que correndo me transferiram para o paritório e em dois empurroes mais ela nasceu…aquela coisa suja, cabeluda e lilás!

Eu fui para o quarto com ela, minha sogra chegou , e meu pai ligou dizendo que ja estavam na estrada….e eu com Maia ja nos braços , só chorava!


THE END! BEGGINING…

2 comentários:

  1. Mais do que nunca tive a certeza que "o presente VIDA", é uma caixa de surpresas! E que Deus nos coloca muitas surpresas boas dentro dela, cabe a nós vivê-las intensamente! Nós chegando e a nossa netinha tb, não sei como seria esperar 12h de parto de minha filha! Obrigado! Obrigado! E vamos Q vamos! ��❤️����

    ResponderExcluir
  2. Meu amor vc derrubou todos os muros e mostrou que é uma Bahiana retada é por isso que Maia veio com todo gás . Vida longa e próspera para vc , David e nossa sapequinha Maia������

    ResponderExcluir